Banco Central faz alerta a população sobre novos golpes que está fazendo milhares de vitimas; Veja quais são para se prevenir.

0
433
- Publicidade -

Imagem: Reprodução/Google


Essas ofertas que prometem fornecer empréstimos rápidos, fáceis e sem burocracia geralmente são golpes. Visando a proteção dos cidadãos nessas situações, o Banco Central disponibiliza em seu site uma ferramenta que permite à população ver se essa instituição financeira está autorizada a operar.

Para realizar a consulta, você deve acessar o site e preencher o campo que solicita nome ou CNPJ que está prometendo o empréstimo, e então clique em pesquisar.



Caso a instituição não coma a lista autorizada pelo Banco Central para operar, aparecerá a mensagem “Nenhuma instituição encontrada”.

Se autorizados, os dados aparecerão como endereço do site e do número de telefone e dessa forma o cidadão poderá buscar outras informações, diretamente, com o banco ou com a financeira.

O golpista às vezes usa o nome de um banco autorizado e solicita um pagamento antecipado e, em seguida, dá acesso ao crédito.

 

Nenhum banco ou pedido financeiro para liberar o crédito, alerta o Banco Central.

Maria da Graça Pimenta, auxiliar de serviços gerais, acabou caindo no golpe do empréstimo. A proposta de dinheiro veio em nome de uma financeira bem conhecida. Maria fez o depósito de R$ 450 esperando que então o empréstimo fosse liberado, no entanto, não poderia entrar mais em contato com o banco através do WhatsApp.



“Eles usaram o nome de uma empresa financeira que eu já conhecia e já tinham feito empréstimos consignados. Só fui às finanças depois de já ter sido vítima do golpe. Eu poderia ter tido um momento difícil e ido antes, mas eu não sabia que poderia ser um golpe. Peguei a prova de envio do dinheiro no financeiro e eles me disseram que não era de lá”, disse Maria das Graças, auxiliar de serviços gerais. Ela também disse que agora ela só faz empréstimos no banco onde ela tem uma conta, e pessoalmente.

Peterson Ibairro, advogado que trabalha com direito bancário, disse que os golpes estão aumentando e estão sendo feitos com táticas simples, usando o nome de bancos reconhecidos, bem como táticas complexas, como a criação de ambientes semelhantes a escritórios e call centers para gravar vídeos e demonstrar legitimidade ao golpe.



O advogado relatou que já havia vários golpes, mas com a pandemia, o número aumenta, agora os golpistas já usam SMS, redes sociais e até WhatsApp para aplicar os golpes. O maior tem sido o do empréstimo, porque como muitas pessoas estão passando por dificuldades financeiras, em desespero, acabam caindo.

Peterson também alerta para a importância de seguir medidas de segurança. “A orientação é que as pessoas procurem informações na internet sobre as instituições, até mesmo pesquisas no consumidor.gov, ferramenta do Governo Federal. A consulta ao Banco Central, eu diria, é a mais importante. A empresa que vai fazer o empréstimo tem que ter um sistema legalizado e regularizado com o Banco Central”, detalhou.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui