ClickCease

Brasil tem mais 27.804 casos e 618 mortes por covid-19

Atualizados

- Publicidade -
Cemitério em Manaus (AM) em meio à pandemia de coronavírus 
REUTERS/Bruno Kelly

Cemitério em Manaus (AM) em meio à pandemia de coronavírus REUTERS/Bruno Kelly

Foto: Reuters

O Brasil registrou mais 618 mortes nesta segunda-feira, 28, elevando para 514.092 a quantidade de vítimas da pandemia de covid-19, informou o Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

No último período de 24 horas, o País contabilizou 18.448.402 casos do novo coronavírus, com o acréscimo de 27.804 diagnósticos positivos.

Os números dos domingos e das segundas-feiras costumam ser mais baixos do que os demais dias da semana por conta da baixa notificação das secretarias de saúde estaduais.

As médias móveis dos últimos sete dias, porém, continuam caindo e estão em 68.796 contaminações diárias e em 1.644 óbitos por dia. A taxa de letalidade se mantém em 2,8%, com a de mortalidade em 244,6 a cada 100 mil habitantes.

O Estado de São Paulo é o mais afetado pela emergência sanitária e tem o maior número de casos quando analisados os dados absolutos, com 3.700.378. Os paulistas são seguidos por Minas Gerais (1.788.725), Paraná (1.274.017), Rio Grande do Sul (1.210.224) e Bahia (1.120.408).

Nas mortes, São Paulo também tem os maiores valores totais, com 126.112 vítimas. Na sequência, aparece o Rio de Janeiro (55.195), Minas Gerais (45.924), Rio Grande do Sul (31.158) e Paraná (30.451).

Consórcio de Imprensa

O Brasil registrou 658 novos óbitos por covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados reunidos e divulgados pelo consórcio de veículos de imprensa. Com isso, o total de vítimas da doença desde o início da pandemia no País chegou a 514.202.

A média móvel de mortes causadas pela covid-19 ficou em 1.626 nesta segunda-feira, 28. O número, que considera os registros dos últimos sete dias, representa uma queda de 18% na comparação com o dado de 14 dias atrás. É a menor média registrada desde 9 de março. Especialistas têm alertado para o alto risco que a pandemia continua a impor ao País.

Os dados diários do Brasil são do consórcio de veículos de imprensa formado por Estadão, G1, O Globo, Extra, Folha e UOL em parceria com 27 secretarias estaduais de Saúde, em balanço divulgado às 20h.

Com informações do Estadão Conteúdo. 

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui

- Publicidade -

Mais Acessados

Please wait...