Confira o que você precisa saber para pagar a tarifa mais em conta

0
277
- Publicidade -

Imagem: Reprodução/Google


O anúncio do barato da conta de luz deixou muita gente esperançosa para o Brasil. A medida foi anunciada na última quarta-feira (6) pelo Comitê de Acompanhamento do Setor Elétrico (CMSE).

A agência é vinculada ao Ministério de Minas e Energia e afirmou que a bandeira tarifária de energia será fechada. Assim, as contas de luz devem ficar mais baratas a partir do próximo dia 16 de abril.

Conta de luz mais barata: o que você precisa saber?

Vale ressaltar que a bandeira da escassez de água é a que tem o maior custo para o consumidor. Desde setembro de 2021, a tarifa tem sido cobrada a todos os brasileiros por causa da recente crise hídrica.


A bandeira em questão impactou R$ 14,20 a cada 100 kWh consumidos. A partir de agora, a bandeira verde volta ao mercado, o que não oferece aumento no orçamento.

Outro ponto importante é que as bandeiras tarifárias não se aplicam aos consumidores de baixa renda. Eles podem usufruir do direito à Tarifa Social de Energia Elétrica. Assim, nada muda para esse grupo de brasileiros.

Crises hídricas aumentam o preço da conta de luz

Em períodos de escassez de água, os consumidores devem arcar com o custo adicional para a produção de energia elétrica. Portanto, a conta de luz fica mais cara nesses períodos. No entanto, assim que o problema termina, a carga também retoma em seu modo normal.

Existem alguns tipos de bandeiras tarifárias; são eles:

  • Bandeira verde: sem custo;
  • Bandeira amarela: aumenta R$ 1,87 para cada 100 kWh no mês;
  • Bandeira vermelha 1: aumenta R$ 3,97 para cada 100 kWh no mês;
  • Bandeira vermelha 2: aumenta R$ 9,49 para cada 100 kWh no mês;
  • Escassez de água: aumenta R$ 14,20 para cada 100 kWh no mês.
  • Estas são as três tarifas que podem ser adicionadas à conta mensal de luz.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui