Governo Federal fará cortes no número de beneficiários nesse mês de março?

0
57
- Publicidade -

Imagem: Reprodução/Google

Uma nova parcela do Auxílio Brasil será paga nos últimos dez dias úteis de março, a quinta desde o fim do Bolsa Família. De acordo com a promessa feita pelo Ministério da Cidadania, nenhuma família deve receber menos de R$ 400 por mês até dezembro de 2022.

Em fevereiro, mais de 18 milhões de beneficiários tiveram acesso aos repasses. O número inclui o antigo aprovado do Bolsa Família e mais de 3 milhões de pessoas incluídas no programa em janeiro e fevereiro deste ano.

Até o momento, ainda não é possível saber o tamanho da folha de pagamento de março do Brazil Aid. Portanto, os cidadãos não sabem se continuarão ou não a receber o benefício.

O governo costuma liberar a consulta apenas alguns dias antes do início dos repasses da próxima parcela, que este mês está marcada para o dia 18. Quando as informações estão disponíveis, basta acessar o aplicativo do programa para ver se a família continuará ou não a recebê-la.

Novos cortes no Auxilio  Brasil

Embora não haja confirmação oficial dos cortes, é bem possível que ocorram. Isso porque a pasta Cidadania realiza inspeções periódicas para verificar se os usuários ainda atendem a todos os critérios de elegibilidade.

Quando a família não está mais dentro das regras do programa social, a punição é o seu afastamento. Nesse sentido, novos cortes são esperados em março.


As razões para o não cumprimento dos requisitos são as mais variadas: morte de um membro, não localização da família por um período igual ou superior a 48 meses, omissão de informações, fornecimento de informações falsas, entre outros.

A forma mais fácil de evitar problemas com o cadastro é manter os dados sempre atualizados no Sistema Único de Registro (CadÚnico), além de não deixar de informar nenhuma mudança importante, como a morte de um familiar ou aumento da renda familiar.

- Publicidade -

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui